terça-feira, 30 de outubro de 2012

O Deus dos céus é que nos fará prosperar

Esta é uma afirmação de um homem que confiava no seu Deus: Neemias. Cada vez que eu medito nesta palavra, sinto uma energia a ferver dentro de mim; é como se eu estivesse ouvindo as palavras de Neemias. Esta bela história está registrada no livro de Neemias, Capítulo 2.  Ela nos conta que Neemias era um dos cativos de Judá, e que morava em Susã, e era copeiro do rei Artaxerxes. Ele, devia ser um moço muito de bem com a vida, (apesar de ser cativo) mais isto não o impedia de ser alegre e servir ao rei com muita solicitude. Mais naquele dia ele estava triste, e o rei notou e perguntou o que estava acontecendo. Ele contou ao rei: veio um dos seus irmãos para visita-lo, e ele perguntou pelo judeus que escaparam e que restaram do cativeiro, e acerca de Jerusalém. Capítulo 1 verso 3; E disseram-me: os restantes que restaram do cativeiro, lá na provincia, estão em grande miséria e desprezo e os muros de Jerusalem, fendidos, e as suas portas queimadas a fogo. (que notícia desoladora!) Verso 4; E sucedeu que ouvindo eu estas plavras, assentei-me e chorei, e lamentei por alguns dias; e estive jejuando e chorando perante o Deus dos céus. Verso 5; E disse: Ah! Senhor Deus dos céus, Deus grande e temível! que guardas o concerto e a benignidade para com aqueles que te amam e guardam os teus mandamentos. Verso, 6; Estejam atentos os teus   ouvidos, e os teus olhos abertos, para ouvires a oração do teu servo, que hoje faço perante ti, de dia e de noite, pelos filhos de Israel, teus servos, e faço confissão pelos seus  pecados, pecamos contra ti; também eu e a casa de meu pai pecamos.
Aqui, uma nota importante: Além de jejuar, orar, e chorar, Neemias confessou o pecado do seu povo, e assumiu também parte da culpa. Verso 11;Ah! Senhor, estejam atentos os teus ouvidos á oração do teu servo, e dos teus servos que desejam  temer o teu nome, e faze prosperar hoje o teu servo, e da-lhe  graça perante estes homens. Neemias, era um simples copeiro do rei, portanto sem nehnum recurso para ajudar o seu povo e a sua cidade; mais ele foi a luta; não ficou apenas no jejum e no chororô. Tomou uma decisão: iria falar com o rei e pedir ajuda; porém, antes de falar com o rei, ele foi falar com  o rei dos reis; o seu Deus Jeová. Isto é o mais importante: irmos em primeiro lugar a Deus; pois é ele quem abre as portas para nós. Capítulo 2 verso 4; E o rei me disse: que me pedes agora? Então orei ao Deus dos céus, e disse ao rei: se é do agrado do rei, e se teu servo é aceito em tua presença, peço-te que me envies a judá, a cidade do sepulcro dos meus pais, para que eu a edifique. O que me chama a atenção, é que; Neemias ao aproiximar-se de Deus, o adorou, depois confessou o pecado do seu povo, e assumiu uma culpa que não era sua; o amor pelos seus irmãos, o moveu a agir assim. Outro ponto importante; como um simples copeiro, humanamente falando; era impossível ajudar seu povo e reconstruir sua cidade natal: Jerusalém, Só mesmo, com uma fé inabalável, e uma confiança total no seu Deus. E, movido pela vontade de restaurar sua cidade, ele foi; não sem encontrar pelo caminho os pessimistas e os que apostavam na sua derrota. Eram eles: Tobias e Sambalate. Neemias pediu cartas ao rei para os governos das cidades onde ele iria, para que o deixassem passar, e também cartas para o guarda do jardim do rei para que lhe desse madeiras para as portas que foram queimadas; ele pensou em todos os detalhes. É o zelo pela casa do Senhor. E o rei assim o concedeu. Então Neemias falou: e o rei me concedeu, segundo a boa mão de Deus sobre mim. Era Deus no negócio com o seu servo, e ele reconhecia isto. Verso 9; Então vim aos governadores dalém rio e dei-lhes as cartas que o rei tinha enviado comigo, e também o rei me concedeu, chefes do seu exército e cavaleiros. Você entendeu? Além de liberar Neemias, o rei mandou o seu exército para estar com ele dando-lhe suporte, na maior moral. É assim que Deus faz com aqueles que confiam no seu poder e se colcam em suas mãos como instrumento do bem. Não importa nossa posição social; se sábios ou indoutos, se ricos ou pobres, se ilustres ou simples trabalhador; importa sim: termos um chamado e atendermos  a ele, sem olhar as circunstâncias, mais olharmos para quem é maior  que os obstáculos, e nos capacita ao trabalho. Sempre teremos aqueles que não acreditam no nosso potencial e querem nos desanimar, e até  mesmo nos impedir. No caso de Neemias; Sambalate e Tobias, se colocaram em oposição. Verso 10; O que ouvindo Sambalate e Tobias, desagradou-lhes que alguém  viesse a procura do bem dos filhos de Israel. No verso 19; Eles zombavam de Neemias, e disseram: que é isto que fazeis? Querei-vos rebelar contra o rei? A resposta de Neemias; verso 20; E disse Neemias: O Deus dos céus é que nos fará prosperar, e nós os seus servos, nos levantaremos e edificaremos! (aleluia)! Esta, é a postura de um verdadeiro filho de Deus. Antes de começar seu trabalho, ele não contou seus planos para ninguém andou pela noite visitando cada ponto da cidade e vendo a destruição, para ter uma ideia de tudo o que era preciso fazer. Uma dica: não conte  pra ninguém, seus projetos, seu segredos, o que está guardado no seu coração; para isto, Deus nos deu o privilégio de nossa privacidade, ninguém pode invadir nossa intimidade, só se confidenciarmos, isto é uma dádiva de Deus para nós. Isto porque: sempre teremos em nosso caminho os invejosos, aqueles que não desejam nosso bem e que jogam palavras negativas e nos dão muito trabalho. Neemias, tinha Sambalate e Tobias, Davi, tinha Saul, Elias tinha Acabe, Jacó tinha Labão, e Jesus, os fariseus.
Terminando, quando você tiver que tomar uma decisão, em primeiro lugar, consulte a Deus, peça a sua direção, e Ele certamente lhe ajudará e protegerá e fará prosperar o seu caminho, e seu sonho será concretizado
terminando, peço ao Deus dos céus que te faça prosperar.
Beijo no coração.
Elisabeth  Aires  Alves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário